Buenos Aires e seu Salão do Automóvel

Já frequentei algumas vezes o Salão do Automóvel de São Paulo, mesmo antes de ter esse blog e escrever sobre o assunto, porém nunca pensei que um dia tivesse a oportunidade de estar visitando esse tipo de evento em um outro país, porém nunca sabemos o dia de amanhã, e aqui estou eu em Buenos Aires, Argentina. Terra essa conhecida por todos os brasileiros principalmente pela rivalidade futebolística e o famoso tango, mas isso não entrou em pauta nesses dois dias de visita aos hermanos, a Argentina nesses dias tem respirado cheirinho de carro novo.

Confesso que não cheguei lá esperando algo mais grandioso que o nosso Salão de São Paulo, e calma, não estou menosprezando a Argentina, é apenas uma questão de tradicionalismo desse tipo de evento na cena mundial, e questões economicas que também tem castigado os argentinos, prejudicando óbviamente o mercado automobilístico, tanto é verdade que o último Salão que ocorreria em 2009, foi cancelado na época justamente pela forte crise aque atingia o país. Mas pra quem gosta desse tipo de evento, não tem um bom ou ruim, cada um tem suas peculiaridades e cultura.

NAS RUAS

A frota de velhinhos nas ruas é nítida, talvez mais ainda pra nós que somos de fora, pois são carros que dificilmente são ou já foram vistos no Brasil, nada de Brasílias e Fuscas que já fazem parte da nossa paisagem, aliás, só vi um Fusca nos dois dias em Buenos Aires, é uma gama grande de Renault idosos,  e juro que vi também um tipo aquele dos Ghostbusters, e o achei na internet, só não sei se é o mesmo, afinal não devem ter tantos como esse rodando, ou melhor, tentando rodar:

Aliás confesso que fiquei um tanto quanto frustrado em não ter feito fotos focando os ‘antigomóveis’ argentinos, daria uma bela galeria e também seria divertido para tentarmos identifica-los. E outro ponto, só para não passar em branco, pouquíssimas motos pelas ruas e avenidas de Buenos Aires, portanto um trânsito bem mais silencioso sem aquele fileira de motoqueiros buzinando e certamente muito mais seguro.

Destaque também para carros conhecidos nossos, mas que lá possuem outros nomes, como por exemplo a Parati, que lá é vendido como Gol Country, ou nosso Celta, que lá virou o Suzuki Fun, o Jetta que se chama Vento, realmente são casos no mínimo engraçados. E o Mégane, bom, esse é o Mégane mesmo, o rei das ruas, tem muito mesmo, de todas as idades, sem dúvida um carro amado e certamente um dos mais vendidos na Argentina, sim a Renault é muito forte por lá.

E POR FALAR EM RENAULT…


A montadora francesa foi a ‘culpada’ pela minha ida a Buenos Aires, aliás, não só a minha como a de outros blogueiros do ramo convidados dentro dessa ação inovadora feita pela Renault visando o lançamento do Duster, um SUV que chega como nova opção nesse nicho que vem conquistando cada vez mais o mercado brasileiro e também um dos protagonistas do Salão de Buenos Aires.

Além da chance de conhecer uma nova cultura, foi importante também para aproximar nós blogueiros que geralmente só nos conhecemos virtualmente, ou em muitas das vezes não sabemos quem está por trás de um determinado blog. Certamente esse networking é muito importante. E estavam lá presentes os blogs: Autozine, Motorpasion, Blog Motor, Jalopnik, Carplace, Dirigindo Seguro e Shock Motors (se esqueci algum, me cobrem…), uma galera muito gente boa. Gracias Renault!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *