Temporada 2015 da Fórmula 1 já está decidida?

Assim como a Red Bull com Sebastian Vettel em 2010, 2011, 2o12 e 2013, estaria surgindo um novo reinado com Lewis Hamilton e a Mercedes? Eu particularmente não gosto desses domínios na Fórmula 1 online, perde-se aquele clima de guerra, de batalha ponto a ponto entre os pilotos e claro, isso respinga no público que assiste e não vê emoção alguma ao ver sempre os mesmos pilotos abrindo vantagem dos demais. É fato que a audiência da categoria vem caindo ano a ano. Ao meu ver o público está envelhecendo e não está havendo uma renovação a altura por alguns fatores óbvios.

Na minha opinião, um dos maiores motivos para essa queda de audiência de modo geral é a péssima qualidade dos novos pilotos, equipes pequenas que mal conseguem se manter na pista e o exagero em tecnologia. Esse último ponto eu acho um dos fatores cruciais, pois não existe mais aquele negócio de ‘ganhar no braço’, piloto vencendo e terminando corrida sem algumas marchas. Hoje tudo é culpa da tecnologia, deu um pau na eletrônica do carro e já era, fim de papo.

F1-2015

Outro fator importante é a falta de bons pilotos, pois hoje em dia entra em uma equipe quem tiver bons patrocinadores, ou falando as claras, quem tiver mais dinheiro ‘compra’ seu lugar na Fórmula 1. Por conta disso muitos pilotos sem potencial algum, mas com dinheiro de sobra acabam pegando o lugar de muitos ótimos pilotos mas que infelizmente não possuem o mesmo poder econômico. Infelizmente talento deixou de ser a peça mais importante da engrenagem.

Eu sou a favor da padronização dos carros, aí sim ganhariam quem tem mais técnica e braço, mas acho um tanto quanto impossível isso realmente acontecer, mas qualquer discussão que vise a melhora da categoria e a saúde do esporte é bem vinda.

Voltando a briga pelo título da Fórmula 1 de 2015, acho bem difícil uma virada de jogo no resultado final. Talvez ainda reste esperança para Nico Rosberg, mas teria que ser uma combinação um tanto quanto trágica para Lewis Hamilton perder o caneco nessa altura do campeonato. Tudo muito previsível infelizmente. Pior que a briga entre os pilotos é a disputa de construtores, onde óbviamente a Mercedes reina absoluta, seguida não muito de perto por Ferrari e Williams.

Aliás, a Ferrari foi uma surpresa para mim nesse temporada. A clássica escuderia italiana foi crescendo no decorrer do campeonato e se consolidou como a segunda melhor equipe da temporada, porém para alcançar a Mercedes creio que ainda há muita borracha para queimar. Já a Williams de Felipe Massa foi uma decepção, não que um terceiro lugar no campeonato de construtores seja ruim, mas eu esperava um pouco mais com base na pré-temporada. Além de algumas quebras, muitos erros humanos, sejam nos pit stops quanto em tomadas de decisão de estratégia acabaram derrubando o rendimento da Williams no campeonato de uma forma geral.

Enfim caros amigos, o que aguardar de 2016? A mesma novela de sempre? Mais competitividade? Alguma zebra estilo a Brawn de Rubens Barrichello e Jenson Button em 2009? Vamos aguardar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *